(11) 3024-3100

Projeto e Instalação do Sistema de Controle de Intrusão de Vapores no Solo

Após realização de estudos de Investigação Ambiental e definidas as metas para a área em estudo, o sistema de engenharia para controle de intrusão de vapores a partir do solo deve ser dimensionado de forma específica para a área em questão, por meio de testes piloto em campo e com a elaboração de um projeto executivo constando as pranchas de instalação e memorial de cálculo. No projeto executivo deve ser considerado aspectos como as metas de remediação ou de controle, as características construtivas das fundações do empreendimento e os resultados dos testes piloto.

O sistema tem por objetivo:

    • Proporcionar uma condição de pressão no solo (imediatamente abaixo do piso) menor do que a pressão atmosférica, de forma a não permitir o deslocamento vertical de gases e vapores presentes na zona não saturada, ou ainda garantir condições de vazão que sejam superiores à geração do gás ou vapor de interesse;

      • Proporcionar o bombeamento (sucção) de forma controlada da pluma de gases e vapores presentes na região acima do nível d’água (zona não saturada) provenientes do solo e da água subterrânea.

      O gás captado na zona não saturada é direcionado por meio de tubulações até sistemas de bombeamento e deste para pontos de tratamento, sempre que necessário.

      As considerações dentro do projeto quanto ao controle das condições de pressão no solo e a vazão de bombeamento são os aspectos técnicos mais importantes para o gerenciamento do processo, pois a grande vantagem desse tipo de ação de engenharia é a liberação imediata da área, após a sua instalação, por eliminar o cenário de risco associado ao processo de intrusão de vapores, pois, uma vez controlada as condições de diferença de pressão entre o solo e o ar ambiente, ainda que a pluma permaneça no local, os mecanismos de transporte passam a ser controlados pelo trabalho do sistema.

      Veja também

      Solicite uma proposta